Sileno, o sábio "ingênuo"



(...) Ah! Se eu pudesse ser como você... Sábio e ao mesmo tempo - ingênuo - pois sois uma simples criação do mundo... Ainda assim tens um deus dentro do teu coração. Este reino é puro, cheio de amor, e sinceridade... Assim torna-te tua propria religião, tua etica, esse respeito profundo pela vida, o encontro com o outro e consigo, e a sua própria natureza. (Glenes)





" Vou mostrando como sou e vou sendo como posso. Jogando meu corpo no mundo, andando por todos os cantos. E pela lei natural dos encontros, eu deixo e recebo um tanto e passo aos olhos nus - ou vestidos de lunetas - Passado, presente... Participo sendo o mistério do planeta!" (...)

(Mistério do Planeta - Os Novos Baianos - Composição: Galvão - Moraes Moreira)

Sergio Glenes

Phasellus facilisis convallis metus, ut imperdiet augue auctor nec. Duis at velit id augue lobortis porta. Sed varius, enim accumsan aliquam tincidunt, tortor urna vulputate quam, eget finibus urna est in augue.